Alunos do Imeja assistem ao espetáculo O Encontro das Yabás

22 de out de 2011 - dev

Cerca de 200 alunos do 8º e 9º ano do Instituto Municipal Professor José Arapiraca (Imeja), na Boca do Rio, ficaram encantados, nesta sexta-feira (21) com o espetáculo O Encontro das Yabás. A peça retrata os dilemas cotidianos do bairro da Boca do Rio, um dos remanescentes quilombolas da cidade de Salvador, local que na década de 70 era habitado pelos tropicalistas que visitavam a praia dos artistas.

Valorização e o resgate das tradições do bairro, como a festa de Nossa Senhora, e a diversidade religiosa, são apresentados ao público de forma lúdica com muita dança e música. “A peça foi ótima. Conheci a história da Boca do Rio e aprendi sobre a cultura do bairro”, comenta Renato da conceição, aluno do 7º ano.

Músicas de Caetano Veloso, Clara Nunes, Maria Bethânia, dentre outros, trouxeram um pouco da baianidade para o espetáculo, que tem como personagens principais as yabás Yemanjá, a Rainha do Mar e Oxum, a rainha da água doce, fazendo uma alusão ao encontro do rio com o mar que acontece na Boca do Rio.

“Amo fazer teatro, está no meu sangue. Moro há 19 anos no bairro e não conhecia a história. Só agora pesquisando para a montagem foi que eu fiquei sabendo a sua história”, declara a jovem Islânia Almeida, que interpretou Yemanjá e a baiana de acarajé Susu.

Quando perguntando sobre a importância do teatro em sua vida, o ator Joilson Filho, 16 anos e há três fazendo parte da companhia, se emociona. “O teatro me salvou, se não fosse esse grupo, eu não sabia o que seria da minha vida. Perdi vários amigos para o mau caminho”, disse.

O espetáculo é dirigido e coordenado por Eugênio Lima, produzido por Roberto Santos, Ronaldo Magalhães e Débora de Jesus, o figurino é de Cássio Vinicius e o cenário de Deilton José. A peça é encenada por dezesseis integrantes com idades entre 9 e 51 anos, que fazem parte da Companhia de Teatro da Boca de Cena. A companhia é formada por moradores do bairro da Boca do Rio.