Estudantes assistem peça teatral sobre alimentação saudável

03 de jun de 2023 - Jornalismo

A peça “Soluções no País das Vitaminas”, uma releitura do livro Amanda no país das Vitaminas conta a história de uma menina que não gostava de comer alimentos saudáveis e por causa disso, ficou fraca e contraiu uma terrível bactéria. Mais de 50 crianças do 1º ao 3º ano, se divertiram na segunda-feira (2), com os personagens e aprenderam que comer bem, faz as crianças crescerem fortes, inteligentes e saudáveis.

Durante três meses, o projeto Quero Ser Saudável foi desenvolvido em sala de aula, contextualizando a linguagem oral e escrita, a matemática, artes e diversos campos de experiência com a alimentação. “Promovemos atividades diferenciadas e prazerosas para alcançar o aprendizado de um tema tão relevante, que é a alimentação de qualidade e aquisição de hábitos saudáveis sempre de forma lúdica. Essa peça é de fundamental importância pois nossas crianças necessitam muito dessa orientação, explica a diretora da unidade, Raquel Maria do Nascimento.”

A iniciativa de levar a peça para a escola foi da professora de Ciências Maiana Dias Santos Jesus. “Nós demos início à primeira unidade falando sobre o tema, então quando chegarem na sala de aula, estarão prontos para responder as perguntas e dessa forma aprenderão muito sobre alimentação saudável, hábitos de higiene pessoal e reciclagem, que está tudo englobado”.

A pedagoga e atriz da peça, Nádia Barbuglio, disse que depois que se aposentou recebeu a missão de contar a história da alimentação para as crianças de forma lúdica e informativa. “Esse projeto caiu no meu colo e como sou contadora de história essa peça se tornou o filé mignon da empresa Soluções e Alimentos e a cada ano é mais incentivo. Só em ver o trabalho com as crianças dando certo, deixar um pouquinho dessa informação para eles, plantando uma sementinha é gratificante, eu já tive o relato de professores que me falaram que depois que assistiram a peça, as crianças se permitiram experimentar determinados alimentos que não comiam, isso para mim já é um gol de placa”, comemora.

Na peça, Nádia ainda apresenta mais três personagens, a cozinheira que é a rainha do castelo, o repolho e a temida bactéria. “Essa representatividade da cozinheira é uma homenagem a todas as merendeiras que fazem a diferença no dia a dia das crianças e principalmente na alimentação. O repolho amigo fala de como é bom comer bem e a bactéria mostra para os pequenos as doenças que elas podem adquirir por falta de uma boa alimentação.”

As crianças estavam atentas a tudo, assistindo o que acontecia durante o desenrolar da peça, no final responderam às perguntas feitas pela pedagoga e correram para tirar fotos e abraçar a personagem Amanda, foi o que fez a pequena Juliana Reis, 9, do 3º ano. Ela disse que através da personagem aprendeu muito sobre higiene pessoal, “Ela é muito linda e me ensinou como cuidar do meu banho, de lavar as mãos e sobre comer coisas boas”.

A aluna do 1º ano, Eloar de Jesus dos Santos, 6, também se encantou pela boneca Amanda e achou a peça muito legal. “Eu gostei de assistir essa peça aqui na minha escola, essa bonequinha é fofa e ela falou pra gente comer coisas saudáveis e cuidar da nossa higiene pessoal. Eu quero que todos eles se apresentem novamente aqui.”