Prefeitura reconstruirá escola em Cosme de Farias com alto padrão para mais de 600 alunos

06 de fev de 2024 - Jornalismo

A Prefeitura de Salvador iniciou nesta terça-feira (6) a reconstrução da Escola Municipal Saturnino Cabral, em Cosme de Farias, que terá capacidade para atender mais que o dobro de alunos do que atualmente, além de infraestrutura de alto padrão. O prefeito Bruno Reis e o secretário municipal da Educação (Smed), Thiago Dantas, acompanharam a demolição da antiga estrutura e assinaram a ordem de serviço para as obras da nova unidade.

Com investimento de aproximadamente R$8 milhões, a escola terá 1,7 mil metros quadrados de área construída. O local, que abrigava seis salas de aula e atendia a 250 alunos, passará a ter nove salas e capacidade para 630 estudantes. O ensino oferecido será da Educação Infantil ao 5º ano do Fundamental I.

“As crianças aqui na Saturnino Cabral sofriam com calor, mas isso vai ficar no passado. A educação do presente e do futuro que nós queremos é aquela na qual uma criança se sinta motivada e feliz para vir para a escola. A estrutura de ensino tem que ser um motivador para que o aluno tenha vontade de aprender. Essa é a nossa estratégia”, destacou Bruno Reis.

O prefeito reforçou ainda os investimentos para a rede municipal de ensino na capital baiana. “Já inauguramos 20 novas escolas de alto padrão no nosso mandato que são melhores que muitas unidades particulares. Temos outras 26 em construção e vamos iniciar entre esta semana e após o Carnaval outras quatro que faltam para honrar o meu compromisso, que é chegar ao final deste ano com 50 novas unidades em Salvador”, acrescentou.

Na ocasião, o chefe do Executivo municipal anunciou que nos próximos dias a Prefeitura convocará 200 professores que participaram da seleção de regime Reda. A ideia é que os profissionais cheguem para reforçar, sobretudo, o aprendizado ofertado no Ensino Fundamental II.

Estrutura – A Escola Municipal Saturnino Cabral possui mais de 60 anos de existência. Com a obra, as novas instalações do local terão salas de aula climatizadas e com renovação de ar, quadra de esporte com vestiários, recreio coberto, salas multiuso, auditório, salas de leitura, biblioteca, salas de AEE e informática.

O projeto, inclusive, levou em consideração critérios de acessibilidade e sustentabilidade, uma vez que a escola terá elevador, banheiros adaptados, sistema de captação de energia solar e para reutilização de água pluvial.

“Estamos na semana do Carnaval, mas a educação continua sendo uma pauta prioritária. A Escola Saturnino Cabral terá altíssimo padrão e sua reconstrução levou em conta alguns critérios, sendo um deles a demanda da própria comunidade e tempo de infraestrutura. Essa intervenção vai trazer uma ampliação significativa do número de vagas, inclusive a jornada em tempo integral”, explicou Thiago Dantas.

Expectativa – Diretora da Saturnino Cabral, Isabela Severo frisou o quanto a unidade é uma referência para Cosme de Farias, sendo vetor de cultura, conhecimento e saber para diversas gerações durante seis décadas.

“A estrutura antiga, no entanto, já não atendia mais as necessidades e era mal aproveitada, porque a gente podia ter mais alunos dentro dela. Havia também problemas estruturais no telhado, elétrica, falta de espaço infantil para as crianças brincar. Saber da reconstrução da escola foi motivo de muita alegria para todos nós”, comentou.

O motorista Manoel Jorge de Jesus, 67 anos, presenciou a demolição da estrutura ao lado do filho, Davi, de 10 anos, um dos matriculados na unidade. Enquanto a obra acontecer, os alunos estarão realocados temporariamente em um espaço de ensino próximo da comunidade.

“Toda minha família estudou nessa escola, inclusive eu. Foi a Saturnino Cabral que ajudou na nossa formação cidadã e tenho certeza que o novo edifício que será erguido vai potencializar ainda mais o aprendizado do meu filho. O ensino aqui já era muito bom e ficará melhor ainda”, avaliou.

 

Fotos: Enaldo Pinto