pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Projeto A Tarde Educação é relançado nas escolas municipais

15 de abr de 2010 - dev

Diretores, coordenadores pedagógicos e professores da Rede Municipal de Ensino participaram, na tarde de ontem (14), do relançamento do programa A Tarde Educação, fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal da Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secult) e o Grupo A Tarde. O encontro, que aconteceu no auditório Zélia Gatai da Faculdade Jorge Amado, tem como objetivo incluir o jornal impresso como ferramenta de informação nas salas de aula de todas as unidades públicas de ensino de Salvador.

A iniciativa visa contribuir com a formação do leitor e, conseqüentemente, com a aquisição das competências crítica e ética por parte dos educando envolvidos, além de ser uma das ações de Responsabilidade Social Empresarial do Grupo A Tarde. Na edição anterior o programa atendia a 368 unidades de ensino na capital. Com o relançamento, o A Tarde Educação foi ampliado e vai contemplas todas as 414 escolas.

Participaram da solenidade o secretario municipal da Educação, Carlos Soares, o coordenador de ensino e apoio pedagógico da Secult, Manoel Calazans, os diretores do Grupo A Tarde, Renato Simões Filho e Edivaldo Boaventura e a coordenadora do programa, Luciane Alcântara Na ocasião foram distribuídos kits pedagógicos para formação de mediadores de leitura e o jornal.

Durante a palestra sobre mídia e educação, Edivaldo Boaventura pontuou que “a leitura do jornal em sala de aula estabelece uma ponte entre escola e o cotidiano, aproximando o aluno da realidade e oportunizando uma leitura crítica do mundo”. Também pontuou que a leitura do jornal desenvolve o senso crítico e a capacidade de atualizar o conhecimento.

De acordo com Boaventura, o programa aproxima os professores aos meios de comunicação e oferece uma gama de atividades educativas e culturais e possibilidades interdisciplinares, além de favorecer a concentração, o domínio da leitura escrita e a disciplina dos estudantes na sala de aula. “O jornal educa cada vez mais pela informação quente da notícia. Diria que tudo começa pelo uso simples e construtor da leitura do jornal. A leitura cotidiana do periódico desenvolve a consciência critica” ressaltou.

Para a diretora da Escola Municipal Professora Sonia Cavalcanti, Roberta Costa, o encontro foi excelente, reforçando que o jornal serve de base para a formação dos estudantes como leitores, colaborando bastante com a formação do educando e no auxilio aos professores.

Dicas de atividades com o jornal dentro das salas de aula foram exemplificadas para os educadores como forma de contribuir para o sucesso do programa. Segundo Boaventura o jornal é um livro novo que se faz todo dia e oferece uma variedade de textos para o professor escolher qual trabalhar em sala de aula. A exemplo do caderno de turismo, que contém informações que atualizam a história, renovam a geografia e permite que os alunos descubram atrativos naturais e culturais. A matemática relaciona os preços das mercadorias e os percentuais. Já o português está contido em todas as páginas do jornal, permitindo ao estudante aprender a escrever com concisão e precisão.

O programa – O A Tarde Educação desenvolve atividades educativas e culturais acompanhadas e orientadas pela coordenação do programa através de oficinas, cursos e seminários, estimulando o prazer da leitura de jornais na sala de aula e contribuindo para a melhoria do ensino na capital. Atualmente o programa está presente em todos os municípios do Estado da Bahia, através da Rede Estadual de Ensino, além das Redes Municipais nas cidades de Salvador, Catu, São Sebastião do Passé, Camaçari, Feira de Santana, Eunápolis e Porto Seguro e beneficiando cerca de 2100 escolas.

O Grupo A Tarde iniciou as atividades de jornal nas escolas em março de 1996 em apenas três unidades escolares de Salvador, sendo uma única escola municipal, o IMEJA. O programa inicia 2010 integrando mais de 2000 instituições de ensino espalhadas em todo território baiano. A coordenadora do programa, Luciane Alcântara, afirmou que, juntos, o Grupo A Tarde e a Secult saem na frente com a inserção do jornal no currículo escolar.

“O programa rompe com os “muros” envoltos às escolas e traz para os alunos a consciência das noticias importantes e das questões sociais”, afirmou Luciane. Renato Simões Filho, diretor geral do Grupo A Tarde, demonstrou satisfação com a renovação do programa e afirmou que a iniciativa ganhou força em 2007, quando houve uma ampliação do número de escolas engajadas no programa. “Estamos inteiramente comprometidos nesta causa”, finalizou Simões.