Secult e MPT fomentam discussões sobre trabalho infantil nas escolas

21 de Maio de 2010 - dev

Em acordo de cooperação técnica com Ministério Público do Trabalho (MPT-BA), a Coordenação de Ensino e Apoio Pedagógico (Cenap), através da Secretaria Municipal da Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secult), realizou na tarde desta sexta-feira (21 de maio) um encontro para discutir o trabalho infantil com os coordenadores das Coordenadorias Regionais de Educação (CRE). A formação aconteceu no auditório da Fundação Cidade Mãe.

No encontro, a subcoordenadora da Cenap, Edna Rodrigues, apresentou informações sobre o trabalho infantil e as problemáticas causadas. Na ocasião, Edna destacou a necessidade de combater a exploração da criança e pontou que é dever da escola orientar pais e alunos. “A gente, como educador, e como cidadão, deve denunciar determinadas situações”, acrescenta.

A ação faz parte do projeto Erradicação do Trabalho Infantil na Escola, em parceria com o MPT-BA, que promoverá, em caráter experimental, diversas atividades relacionadas à temática do trabalho infantil em 33 unidades escolares. A intenção, de acordo com Edna, é conscientizar e orientar os educandos sobre os seus direitos e deveres como criança e adolescente, assegurado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O projeto será desenvolvido a partir da próxima semana e, no dia 12 de junho – Dia Mundial e Nacional de Combate ao Trabalho Infantil, os alunos farão o encerramento com apresentações, desenhos, brincadeiras, e serão premiados pelo MPT de maneira simbólica.