Vacinação e respeito às diferenças são focos de ação da E.M. Joaquim Magalhães

19 de ago de 2021 - Jornalismo

A Escola Municipal Joaquim Magalhães, situada em Itacaranha (GRE Subúrbio I), está realizando ações de acolhimento aos professores e estudantes. Através de encontros na unidade escolar, de forma escalonada, a iniciativa tem como objetivo envolver e preparar os profissionais da educação e as crianças, para as aulas semipresenciais. “Preparamos o acolhimento em duas etapas: a primeira semana para os professores, com reuniões, café da manhã e um almoço com comida baiana. Na segunda etapa, para os alunos do 5º ano, em especial, porque eles já estão próximos de sair da escola”, disse a gestora, Márcia Maria de Jesus. E também, segundo ela, pela proximidade da Prova Brasil.

A gestora afirma que atividades lúdicas e didáticas também fizeram parte da programação, como por exemplo, momento da música e a confecção de uma viseira com a temática da vacinação. “Sabemos que muita gente não está indo tomar a vacina, então fizemos as crianças utilizarem a criatividade para criar frases de conscientização”, frisou.

A aluna do 5º ano, Samira Ribeiro, 11, contou que está muito feliz com a retomada das aulas semipresenciais, e que estava com muita saudade dos professores e amigos. “Fiquei um pouco nervosa no início, mas depois vi que estaria segura na escola. A professora é muito legal. Na minha viseira, coloquei a frase Evite aglomeração”, disse.

A professora, Tatiane Jesus Rocha, destacou que as famílias e as crianças já estavam bastante ansiosas para a retomada e na expectativa dessa adaptação. “Toda a comunidade está muito feliz com o retorno. Além da temática da vacinação, estamos trabalhando também com o projeto Respeite as Diferenças”, diz. Tatiane aproveitou para mandar um recado para todas as famílias. “Podem confiar na nossa escola e no nosso trabalho. Estamos seguindo todos os protocolos sanitários para um retorno presencial seguro”, comemorou.